Fotografia

– “Tu que adoras fotografar, precisas é de uma boa máquina fotográfica.”

– “Ohhhh, não preciso nada… Tenho uma e nem uso. O iPhone mesmo pré-histórico tem mais qualidade que a máquina e o IPad serve bem para as fotografias que tiro. Além do mais elas são enormes para se carregarem sempre e eu gosto de a qualquer momento fotografar.”

TUNGA!

  
E agora?

Agora não a largo… Experiências atrás de experiências, numa tentativa de perceber como funciona.

  
Levei-a logo comigo para a consoada em casa da mamã Libelinha.

 
Na volta a casa, parar o carro para registar momentos como este.

  

Perceber que consigo registar a lua cheia sem parecer um pontinho brilhante como pela lente dos smartgadgets deixa-me fascinada.

  
Nem os gatos escaparam à experiência.

  
Com um flash que faz parecer estar ás escuras (as luzes de casa estavam acesas).

  
Conseguir fotografar o mar em todo o seu esplendor sem sair de casa. Simplesmente brutal!
Obrigada ❤️ Adorei o presente, foi mesmo uma surpresa!

Advertisement

Sol

Toca o despertador… Percorro com o meu olhar o quarto escuro, procuro nas frinchas da persiana a luz do dia… Não a vejo! Será que me enganei na hora do despertar?


Não, não me enganei na hora do despertar! Os dias é que estão mais curtos e o sol ainda estava a nascer, constato quando espreito pela janela. Uma certa tristeza apoderou-se de mim… Como eu gosto dos dias longos!

“What is true love?”

“O que é o verdadeiro amor?”

É umas das perguntas que me tenho feito ultimamente entre outras relacionadas com o AMOR. O que é que se deve valorizar numa relação a dois? Como reconhecer uma relação “tóxica”? Existe mesmo o amor eterno? Como seria uma relação a dois perfeita?

Sintam-se à vontade para deixar a vossa opinião. Obrigada ❤️