Salty Water


O Domingo apeteceu-me uma breve caminhada à beira mar.


Ouvir as ondas a bater nas pedras do paredão.


Sentir o cheiro a maresia.


Ver as gaivotas a fintar as ondas.


Sentir os salpicos do mar na cara.


E enquanto caminhava fui recolhendo o lixo que encontrava pela frente. É nisto que o projecto “2 minute beach clean” se baseia… Ir recolhendo o que encontras na tua caminhada sem te desviares, pode parecer pouco mas já é muito, visto que por norma ninguém apanha nada. Por pouco que pareça já é alguma coisa. Uma praia limpa, é um oceano sem plásticos… É um mundo melhor!

E se tirares foto do lixo que apanhares publicares no Instagram com a hashtag #2minutebeachclean, além de promoveres e dares o exemplo de uma iniciativa como esta poderás habilitar-te a um mimo dos seus patrocinadores. Procura saber mais sobre esta iniciativa através da conta deles no Instagram @2minutebeachclean.

Advertisement

Surf

Não houve oportunidade de registar o momento…

Aquecimento… Entrar na água e enfrentar as ondas, remar… Os instrutores sempre presentes, dando todas as dicas só para conseguir equilibrar-me na prancha deitada e enfrentar as ondas sem trambolhões. Uma coisa de cada vez! Apesar de me dizerem que eu podia já tentar pôr-me em pé, não o fiz… Levei tanta “porrada” do mar da Torreira (não posso comparar à primeira experiência que tive na praia da Barra, onde o mar é bem diferente), que estou K.O. mas soube-me tão bem! Não fosse ter os braços tão doridos e sem forças, teria ficado o tempo todo na água sem pausas para descanso.

A minha condição física não é a melhor… Isto de passar a vida sentada a tricotar tem destas coisas, mas é isso mesmo que me move… O facto de o surf ser difícil e exigente!

Adoro o mar mas não sou de o ficar a contemplar, quero abraçá-lo… Fundir-me com ele, sentir a sua energia!

Um grande obrigado à escola de surf Pontoeste pela oportunidade e estou ansiosa pela próxima aula!

Adenda: afinal há registo, yeahhhh! Fotografia da Pontoeste – escola de surf.

image

Salty Water

image

Começar a semana a ver os amigos a surfar… E roer-me de inveja por ainda não ser eu dentro do mar.

image

Dar um mergulho na água salgada… Renovar as energias para a semana que começa.

image

Surf, Bodyboard, mergulhos e sol… Como eu adoro este meu pequeno paraíso!

 

Desprende-te… Deixa-te ir! Eu sei que ainda tens cicatrizes para tratar… Elas ainda dóiem mas estão a sarar! Trata delas… Cura-as mas não as arranhes. Pois se as arranhares elas nunca vão sarar! 
Eu sei, estás chateada contigo própria… Deu-te comichão e tu arranhaste. Tem calma! Faz parte também do processo de cura. Liberta essa dor, não faz bem a ti nem aos que te rodeiam… Manda tudo cá para fora e esquece de uma vez, não fiques a remoer por teres arranhado a cicatriz.

Sai de casa… Vai apanhar sol… Vai dar um mergulho no mar! 

“The cure for anything is salt water; sweat, tears or the sea” – e eu sei que tu preferes o mar… Vá, mexe-te! Vai dar o mergulho que tanto precisas para libertar essa dor!

Salty Water

Depois desta experiência, ter-me mudadado para o lado do mar (nunca morei verdadeiramente longe dele)… O Surf parece cada vez mais fazer parte da minha vida mesmo sem eu saber surfar. Há-de de ser o próximo passo… Mas até lá há muita coisa para fazer, mas adiante que o assunto é outro!

Estava aqui a comentar com a A. a encomenda que me fizeram à uns tempos para uma troca e só agora tive a oportunidade de pegar nela… Mostrei-lhe o trabalho feito até agora.

  
E a conversa foi fluindo em redor do surf e tudo o que o envolve… Desde produtos, ás escolas de surf, ás surf houses e outros desportos naúticos que por aqui existem em redor… Como o SUP, o Kitesurf e o windsurf. E dou por mim completamente entusiasmada com a conversa… Como desde sempre tivesse vivido neste mundo! Ás vezes penso que tenho alma de surfista.

Estes últimos tempos tem sido a água salgada que me tem movido… O sol… A areia… É verdade que desde miúda quis morar na praia mas sempre tive medo do mar e mesmo antes desta experiência dou por mim a atrever-me pelo mar dentro… A mergulhar as ondas mesmo mal sabendo nadar e… A sentir-me plena! Sem medo de arriscar a beber uns pirolitos.

Entre ontem e hoje fiz uma maratona de tricot… Doíam-me as pernas de estar sentada “à chinês”, o traseiro estava a ficar quadrado, quase esqueci de almoçar e o jantar já foi a más horas… O esquema de tricot que queria experimentar também me prendeu ao trabalho… Mas enquanto tricotava esta meia de surf os meus pensamentos surfavam!

Ainda nem a meio vai… Suspeito que vou passar muito tempo na  água salgada (“Salty Water” – adoro este termo!) ❤️

Salty Water

Por vezes preciso de respirar o mar!

 

Para que me dê forças para lutar… Porque fico irritada comigo mesma quando as forças me falham! Mas tenho de me convencer que de vez em quando também preciso de uma pausa… Tenho de aprender a desligar!